Get Adobe Flash player
Quarta, 03 Janeiro 2018 00:00

José Wanderley Neto toma posse como vice-presidente da SBC em solenidade no Rio

Nova diretoria da entidade promete lutar para que o atendimento cardíaco possa chegar também aos pobres

José Wanderley Neto e Oscar Dutra vão conduzir os destinos da Sociedade Brasileira de Cardiologia no biênio 2018-2019

A nova diretoria da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) tomou posse na última sexta-feira (15), no Rio de Janeiro, tendo o gaúcho Oscar Dutra como presidente e na vice-presidência o alagoano José Wanderley Neto.

Não é a primeira vez que José Wanderley participa como dirigente de uma entidade de âmbito nacional. Ele já presidiu a Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardíaca Norte/Nordeste e também a seccional alagoana da SBC.

- Vamos encarar o desafio de manter o padrão científico da cardiologia brasileira, que é de alta qualidade, mas sempre comprometidos e empenhados em lutar para que a cardiologia chegue aos mais carentes – disse Wanderley.

A SBC tem mais de 14.000 sócios e é a terceira maior entidade da área no mundo - perde apenas para as associações americana e a europeia, sendo que esta representa um continente inteiro.

“A SBC é a responsável pela educação continuada e treinamento dos cardiologistas brasileiros e também pela titulação de especialista”, disse Wanderley, lembrando ainda que a entidade é também composta por sociedades estaduais e regionais e vários departamentos de especialidades e grupos de estudos temáticos.

Além disso, acrescentou, a SBC organiza diretrizes sobre atendimento das principais doenças para orientar a categoria e padronizar os  procedimentos cardiológicos no país”.

Posse – Ao assumir o cargo, Oscar Dutra defendeu uma maior valorização da Cardiologia. “Há mais ou menos quatro décadas tem havido uma desconstrução da imagem do médico, sua respeitabilidade está abalada, por conta de inúmeras condições”, disse.

Ele lembrou que várias faculdades de Medicina foram abertas sem condições estruturais mínimas, para atender pleito políticos regionais, a formação médica está inadequada, existe um aviltamento na remuneração de serviços médicos, além dos péssimos suportes operacionais ao adequado trabalho profissional, entre tantos outros.

“O resultado é o que vemos todos os dias, a população absolutamente insatisfeita com o atendimento nos postos de saúde, com raras exceções”, completou o novo presidente.

Ele contou que a nova gestão terá uma equipe de Qualidade Assistencial, com participação de todos os segmentos da Cardiologia, no sentido de lutar por melhores condições.

A promoção da saúde cardiovascular terá grande importância na gestão, prometeu Dutra. “São mais de 350 mil pessoas que perdem a vida todos os anos por doenças que, muitas vezes, poderiam ser evitadas”, destacou.

O coração mata duas vezes mais que todos os tipos de câncer, 2,5 vezes mais que todos os acidentes e mortes decorrentes por violência e 6 vezes mais que as infecções, incluídas as mortes por Aids.

A área de Prevenção da SBC promoverá datas temáticas relativas à hipertensão, colesterol, diabetes e em comemoração ao Dia Mundial do Coração.

Para tanto, utilizará uma plataforma de comunicação com TVs, mídias sociais e sites com informações confiáveis, além de estruturar os programas Alimentação Saudável e o Movidos pelo Coração, entre outros.

Conselho Consultivo - A nova Diretoria promete ser transparente e democrática, dando oportunidade aos sócios de acompanhar as atividades e gastos da gestão mensalmente. Haverá ainda uma consulta mais constante, por meios eletrônicos, aos integrantes do Conselho Consultivo, formado pelos ex-presidentes da SBC, presidentes atuais de Departamentos e presidentes atuais das sociedades regionais e estaduais.

“Antes eles se reuniam apenas uma vez ao ano, agora com a tecnologia que temos à disposição, essas consultas serão feitas mais vezes”, explicou Oscar Dutra.

A participação de eminentes e importantes nomes da cardiologia brasileira poderá também fundamentar a Diretoria com ideias e experiências, na condução administrativa e científica da SBC. “Contaremos com um Conselho de Notáveis para nos auxiliar”, disse Oscar Dutra, que será o 58° presidente da entidade, fundada em 1943 e que teve Dante Pazzanese como seu primeiro presidente.

Diretoria 2018/2019

Presidente – Oscar Pereira Dutra

Vice-presidente – José Wanderley Neto
Diretor Financeiro – Denilson Campos Albuquerque
Diretor Científico – Dalton Bertolim Précoma
Diretor Administrativo – Wolney de Andrade Martins
Diretor de Qualidade Assistencial – Evandro Tinoco Mesquita
Diretor de Comunicação – Romeu Sérgio Meneghello
Diretor de Tecnologia da Informação – Miguel Antônio Moretti
Diretor de Relações Governamentais – José Carlos Quinaglia e Silva
Diretor de Relações Estaduais e Regionais – Weimar Kunz Sebba Barroso Diretor de Promoção de Saúde Cardiovascular – Fernando Alves da Costa
Diretor de Departamentos Especializados – Audes de Magalhães Feitosa
Diretor de Pesquisa – Fernando Bacal

 

 

 

 

 
Última modificação em Quarta, 03 Janeiro 2018 19:26

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Veja Também